Ilhéus
Parceria melhora condições da Central de Abastecimento do Malhado
Diálogo melhorou a parceria e criou oportunidades

Crédito: Secom/Marcelo Silveira

Feirantes e ambulantes ocupando áreas irregulares, acúmulo de lixo, mau cheiro, buracos e falta de iluminação eram os muitos problemas verificados pelos lojistas e frequentadores da Central de Abastecimento do Malhado, zona norte da cidade. A realidade mudou quando a Prefeitura de Ilhéus, através da secretaria municipal de Indústria e Comércio (Sedic), passou a orientar a Associação dos Feirantes do Malhado (AFM) quanto à realização de melhorias, como lavagem geral, troca de lâmpadas e lixeiras, operação tapa buracos, requalificação de passeios e escoamento de águas pluviais.

Segundo permissionários do local, parecia que a intenção de antigos gestores era sucatear o equipamento e, em seguida, acabar com o comércio da região que sustenta mais de duas mil famílias ilheenses. “Um verdadeiro descaso, sem a manutenção mínima e insatisfatória para o tamanho da Feira do Malhado”, avaliou João de Jesus, que trabalha em um boxe de pescados da Central.

A situação se tornou ainda mais crítica no último quadrimestre de 2016. Faltavam vassouras, luvas, pás e lavadora de alta pressão (vaporeto) para realizar a lavagem e higienização da Central de Abastecimento do Malhado. Graças à organização da AFM, os feirantes e ambulantes se conscientizaram e solicitaram orientação da Prefeitura, em produtivo sistema de parceria. Muitos dos equipamentos necessários para a limpeza foram adquiridos pela Associação e a máquina pública cedeu seus servidores, que passaram a recolher com regularidade os resíduos sólidos e entulhos de construção da Avenida Ubaitaba e seu entorno.

A requalificação de passeios para melhor circulação de pedestres pelo local, a operação tapa-buracos, o desentupimento de fossas e bueiros e a substituição de lâmpadas na região também só foram realizadas em virtude da compra de insumos, como cimento, areia, brita, ferro, arame, tubos e disjuntores. Para isso, os feirantes e ambulantes arrecadaram recursos entre si, todos eles registrados em livro-caixa, que fica disponível para consulta aberta ao público.

O trabalho não se limita apenas aos serviços de manutenção do espaço. Desde o início do ano, uma campanha de conscientização aborda e distribui folhetos informativos falando sobre a importância do correto condicionamento e exposição de alimentos, bem como a questão da validade de carnes, frangos e pescados. Além disso, ações de Vigilância Sanitária, empreendidas pela Sedic, apreendem alimentos fora do necessário padrão de qualidade para o consumo humano.

O prefeito Mário Alexandre lamentou a situação em que encontrou a Central de Abastecimento do Malhado e, ao mesmo tempo, comemorou as realizações iniciais, enaltecendo ainda o trabalho conjunto entre município e sociedade civil organizada. “Deixar a Feira do Malhado se acabar é pôr fim a uma tradição do comércio local e nosso compromisso é de manter, ampliar e gerar emprego e renda para o ilheense, promovendo assim o crescimento econômico e o desenvolvimento social da cidade”, completou.


Diálogo melhorou a parceria e criou oportunidades

Crédito: Secom/Marcelo Silveira

 
Mais Notícias
   1/2/2018 - Ruas não pavimentadas na zona norte ganham melhorias
   1/2/2018 - Iemanjá será homenageada nas praias do Marciano e da Maramata
   1/2/2018 - Novas ações do Peti serão implantadas
   1/2/2018 - Marão é recebido pelo governador Rui Costa
   29/1/2018 - Agora é oficial; Ilhéus não terá carnaval
   29/1/2018 - Professores de zumba do RJ agitaram o Projeto Verão na Soares Lopes
   29/1/2018 - Ação conjunta promove limpeza de praias
   29/1/2018 - Novos salva-vidas em treinamento irão para as praias já em fevereiro
   29/1/2018 - Presidente do TJB inaugura o Cejusc e lança novo fórum
   27/1/2018 - Operação retira totens de propaganda irregulares do centro
   27/1/2018 - Saúde realizou 45.270 atendimentos médicos em 2017
   24/1/2018 - Prefeito nomeia novos integrantes do Conselho da Alimentação Escolar
   24/1/2018 - Novos Conjuntos Minha Casa, Minha Vida já têm CEPs e nomes oficiais nas ruas
   24/1/2018 - Febre Amarela - Ilhéus não está na área de recomendação do MS
   24/1/2018 - Projeto Verão na Avenida acontece excepcionalmente neste sábado
   23/1/2018 - Proposta criação do Projeto Cultura 500
   23/1/2018 - Festa para Iemanjá acontece dia 2
   23/1/2018 - Prefeitura e Sebrae realizam mutirão para atender MEIs
   22/1/2018 - HRCC reduz demanda e agiliza exames de imagem
   22/1/2018 - Ritual secular ganha ação em defesa do meio ambiente



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout