Bahia
Clone de cacaueiro da Ceplac garante mais de 100 arrobas por hectare
Boa produção nasce de pesquisa na Ceplac

Crédito: Arquivo/Maurício Maron

A produção de mais de 100 arrobas de cacau por hectare é o que promete a Superintendência da Ceplac na Bahia com o clone denominado PS 1319, depois de produzido e testado em experimentos no campo pelos seus pesquisadores. Aliada a boa notícia, o fato de mais quatro clones dessa espécie estarem em fazem final de testagem para serem lançados ainda neste ano, como anunciado pelo Chefe de Serviço de Pesquisas, José Marques Pereira, ao participar da sessão especial comemorativa dos 60 anos da Ceplac promovida na tarde de quarta-feira, dia 23, pela Câmara de Vereadores de Ilhéus, por indicação do vereador Antonio Raimundo dos Santos Matos, Pastor Matos (PSD).

De acordo com Marques, o clone PS 1319 demonstra o acerto tecnológico dos pesquisadores e extensionistas do órgão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), para tornar a produção brasileira de cacau e chocolate capaz de satisfazer as necessidades da população. “A Ceplac registra avanços na pesquisa biológica molecular e no melhoramento genético do cacau quanto à resistência à vassoura-de-bruxa e outras doenças e pragas, mesmo em situação adversa. Pelo menos 50 clones tolerantes e resistentes ao fungo já foram produzidos com ganhos econômicos aos produtores”, disse. Atualmente estão em andamento experimentos com 750 variedades de clones em 150 fazendas do sul da Bahia.

Sob o tema “Ceplac 60 anos: Panorama Histórico e a Perspectiva da Econômica Cacaueira”, a sessão especial reuniu no plenário vereador Gilberto Fialho técnicos-administrativos, pesquisadores e extensionistas da instituição, representantes de produtores de cacau, convidados e 11 dos atuais 19 vereadores. O Pastor Matos justificou sua iniciativa como decorrente da necessidade de a sociedade regional e de outras regiões do país reforçar a luta para que a instituição retorne à condição de órgão singular do MAPA, depois de ter sido rebaixado à condição de um departamento da Secretaria-Executiva do Ministério ano passado, com graves danos à sua existência.

O engenheiro agrônomo e extensionista Antonio Fernando Ribeiro apresentou documento-guia que contém as sugestões elaboradas por comissão integrada por instituições da sociedade civil para a transformação da Ceplac, através de projeto de lei no Congresso Nacional, em autarquia federal, com foco na pesquisa agropecuária, desenvolvimento territorial, extensão rural e qualificação profissional. O anteprojeto resultou de estudos, oficinas e reuniões com representantes de produtores rurais, territórios e as Universidades Federal da Sul da Bahia (UFSB) e Estadual de Santa Cruz (UESC). Atualmente está sendo apresentado às representações de governo e dos estados produtores de cacau.

Durante sua apresentação na Câmara de Vereadores de Ilhéus, Antonio Fernando Ribeiro, que é também secretário-executivo da Comissão de Revitalização da Ceplac (CRC), destacou que é preciso o engajamento da sociedade, particularmente dos produtores rurais, a principal clientela da Ceplac, para que o órgão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento se torne instituição moderna, eficiente e ágil para continuar fornecendo suporte à lavoura cacaueira e demais cultivos nas regiões produtoras de cacau do Brasil nos biomas Mata Atlântica (sul da Bahia) e Amazônia.

“As instituições de cacauicultores desses estados devem se unir para que seja revertido o processo de esvaziamento da Ceplac”, declarou José Bezerra da Rocha, presidente do Conselho de Entidades Representativas dos Servidores da Ceplac. Segundo explicou, a luta pela preservação da integridade da instituição, criada em 1957 por decreto, e cuja história se confunde com o desenvolvimento do sul da Bahia não pode ser isolada, contando apenas com os servidores. “A Ceplac é patrimônio do Brasil, que dela se beneficia com a pesquisa e a extensão voltada à produção de cacau e chocolate”, afirmou.

A sessão especial foi coordenada alternadamente pelo presidente do Câmara, Lukas Paiva e o vice-presidente Gil Gomes e contou com a presença dos vereadores Makrisi, Ivo Evangelista, Jerbson Moraes, Abraão, Juarez Barbosa, Paulo Carqueija e Nerival, dentre outros. Prestigiaram o evento, o superintendente da Ceplac na Bahia, Antonio Zugaib; o vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal; o presidente do Sindicato Rural de Ilhéus, Milton Andrade; deputada estadual Ângela Sousa; secretário de Desenvolvimento Sustentável de Itabuna, John Nascimento, e representantes da Ateffa-BA, AFC Itabuna e Ilhéus, Sintsef, Anteffa, ASAC e STAC.


Boa produção nasce de pesquisa na Ceplac

Crédito: Arquivo/Maurício Maron

 
Mais Notícias
   24/4/2017 - Rui lança em Itabuna o programa Escolas Culturais
   24/4/2017 - Prefeitos debatem novo modelo de regulação e pactuação de saúde
   22/4/2017 - Governador garante reforma em escolas das regiões dos assentamentos do MST
   17/4/2017 - UESC começa período letivo com calourada e ações afirmativas
   13/4/2017 - PM inicia operação nas rodovias estaduais para feriadão
   12/4/2017 - OAB estadual completa 85 anos
   11/4/2017 - Estado oferece 2,5 mil vagas de estágio para universitários
   7/4/2017 - Professores do estado mobilizam para greve geral
   3/4/2017 - Entrega de Documentos da Chamada Geral da UFSB começa na quarta
   30/3/2017 - Estado intensifica ações de controle do vírus da febre amarela
   30/3/2017 - Estado promove mais de 1.300 professores e coordenadores por titulação acadêmica
   29/3/2017 - Municípios precisam ter Plano de Carreira da Educação sustentável
   28/3/2017 - Governador Rui em Ilhéus e Itabuna nesta quarta
   26/3/2017 - Direito é o curso melhor avaliado na Uesc, segundo Enade
   24/3/2017 - Prefeitos baianos debatem plano de carreira da educação nesta terça
   23/3/2017 - Calouros da UESC podem participar do Programa Mais Futuro
   22/3/2017 - PRE apura servidores que podem ter se candidatado apenas para tirar licença
   20/3/2017 - A prevenção na segurança pública passa pela educação, afirma Rui
   15/3/2017 - Ônibus tomba parcialmente na BR 251; buracos prejudicam agricultores
   14/3/2017 - Presidente da UPB quer discutir com concessionária iluminação pública



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout