Especial
Chocolate de Origem chega ao mercado com proposta de ser alimento funcional
Empresária e design Greice Costa

Crédito: JBO/Maurício Maron

Um novo conceito para os chocolates finos da região cacaueira será mostrado com o lançamento da “Amado Cacau”, durante o Festival Internacional do Chocolate, em junho, na cidade. Assinada pela empresária e designer Greice Costa, a marca não será mais uma boutique de chocolates finos, uma atividade em franca expansão no sul da Bahia. “Queremos atender ao mercado de alimento funcional, concorrer, por exemplo, com as conhecidas barras de cereais. Investir no conceito de vida saudável”, explica a empresária.

A proposta é criar a cultura de que o chocolate de origem (concentrado em massa de cacau) é um alimento que produz efeitos benéficos à saúde, com uma diversidade de funções nutricionais básicas. “Além do valor nutritivo, ele pode desempenhar um papel potencialmente benéfico na redução do risco de doenças crônicas degenerativas, como câncer e diabetes”, exemplifica Greice.

Inicialmente, serão cinco variedades de nibs (amêndoa triturada) de cacau, carregados com antioxidantes poderosos, e pastilhas de chocolates com 70% de cacau puro. A meta ambiciosa da empreendedora é proporcionar uma mudança de comportamento no público consumidor de cafezinho, fazendo-o substituir pelas pastilhas de chocolate.

Para chegar a esta meta e avançar na sua ideia, Greice Costa vem contando com a ajuda do Sebrae. O primeiro passo, ano passado, foi se formalizar como Microempresa (ME). Em seguida, participou de um curso de Planejamento Estratégico, coordenado pela instituição, quando pôde avançar nas propostas de estratégia de mercado e conhecer o público-alvo a ser conquistado pela nova marca.

Pelo Sebraetec, o negócio teve acesso a soluções em áreas de conhecimento da inovação, com subsídio do Sebrae, e presença constante de Grecie no desenvolvimento do sofisticado layout da marca e das embalagens. “Queremos impressionar já pelo sentido da visão. A embalagem de alto nível tem esse objetivo. Depois, queremos conquistar o consumidor através de novas sensações, aromas e sabores”, sentencia a empresária.

Nesta primeira fase, o “Amado Cacau” vai produzir, por mês, mil quilos de nibs e 500 quilos de pastilhas de chocolates de origem, para atender ao mercado empresarial e esportivo do Sudeste do Brasil. A participação em Missões Empresariais promovidas pelo Sebrae será, segundo a empresária, uma alavanca para isso.

A Amado Cacau integra o grupo de 20 empresas produtoras de chocolates atendidas pelo projeto do Sebrae, Indústria Setorial Ilhéus - Derivados de Cacau. “A partir do próximo mês realizaremos ações de mercado em importantes municípios do entorno de nossa regional, como Vitória da Conquista e Teixeira de Freitas, para prospectar novos mercados para esses produtos”, afirma o gestor do projeto, Eduardo Andrade.

O projeto tem parceria do Instituto Cabruca, Instituto Arapyau, Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), Associação Cacau Sul da Bahia, Sindicato Rural de Ilhéus, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb), Convention Bureau e Associação de Turismo de Ilhéus.

Integração - A meta nesta primeira fase do negócio é atender ao mercado empresarial e esportivo do sudeste do Brasil. Para isso, prepara-se para participar de Missões Empresariais. Abrir lojas não é bem o foco do projeto de negócio. “A proposta é de abrirmos apenas uma loja na fazenda de onde saem as amêndoas  selecionadas para a produção do chocolate”, revela. Greice quer agregar valor aos derivados do chocolate, atraindo público para a Fazenda Camacan, no município de Buerarema, que pertence ao seu pai, o cacauicultor Ozéias Gomes da Costa. “Vamos investir também no Turismo de Experiência, com visita de empresários e consumidores de outras regiões do País e do exterior, para conhecer, in loco,  e vivenciar todo o processo de plantação, colheita e beneficiamento do cacau no sistema cabruca  (sistema de produção que associa cacauicultura e Mata Atlântica)”, explica.

É desta fazenda em Buerarema, por exemplo, que há dois anos sai a matéria prima para uma das cervejas artesanais mais consumidas no País: a Cacau Ipa, da Bode Brown, a primeira cervejaria-escola do Brasil. A Fazenda, nos tempos áureos da lavoura cacaueira, chegou a produzir 21 mil arrobas de cacau. Com a descoberta, no final do anos 80, de uma doença chamada de “vassoura-de-bruxa”, sofreu como as demais fazendas da região cacaueira da Bahia. A produção chegou a cair 70 por cento. Com trabalho de melhoramento genético do cacaueiro, metade da produção já foi recuperada. Cuidadosamente selecionados, 10 por cento dos frutos colhidos na Fazenda Camacan são destinados à produção do chocolate que Greice quer transformar em produto consumido por esportistas de alta performance, em grandes empresas e por executivos nacionais e estrangeiros.

Conheça alguns benefícios do cacau para a saúde

1. O cacau é um dos alimentos que mais possui magnésio. O magnésio é um mineral essencial para o funcionamento saudável do coração. Muitos distúrbios cardíacos estão relacionados com um nível insuficiente de magnésio no músculo do coração.

2. Além de ser rico em magnésio, o cacau também está repleto de flavonoides. Os flavonoides previnem o aparecimento de coágulos sanguíneos. Eles colaboram para tornar as plaquetas do sangue menos viscosas e, portanto, reduzem a principal causa de ataques cardíacos e derrames.

3. Frear o desejo por comida é outro benefício deste poderoso alimento. Ele contém dois nutrientes, teobromina e anandamida que aceleram o metabolismo e reduzem a comilança emocional.

4. O cacau também ajuda o corpo a metabolizar o açúcar e reduzir a resistência à insulina. Um pequeno estudo italiano da Universidade de L’Aquilia descobriu que, os participantes que consumiram o equivalente a uma barra de chocolate escuro ao longo de 15 dias, reduziram a resistência à insulina quase pela metade. Ponto para os diabéticos!

5. Este alimento dos deuses ainda contém quantidades significativas de triptofano, um aminoácido essencial que colabora para produção de serotonina e melatonina, dois neurotransmissores que servem como um “escudo de defesa contra o estresse”, e desempenham um papel importante na regulação do humor.

6. Reduz o mau colesterol (LDL) e aumenta o bom colesterol (HDL)

7. Melhora a saúde mental

8. Tem efeitos antidepressivos

9. Protege a visão

 

10. Melhora a saúde e o bem-estar de um modo geral


Empresária e design Greice Costa

Crédito: JBO/Maurício Maron

 
Mais Notícias
   13/4/2017 - Dona Carmosina, os 100 anos de uma mulher de crença e de fé
   30/1/2017 - Sarau da Yrerê chega à quarta edição com arte, cultura e gastronomia
   30/1/2017 - Nazaré completa oito meses sem registro de homicídios
   3/1/2017 - A arte sem regras de Guido Lima, o artista da liberdade que expõe Brasil afora
   11/7/2016 - Projeto devolve autoestima a mulheres diagnosticadas com câncer de mama‏
   17/5/2016 - Experiências criativas traçam ações para calendário turístico e econômico
   24/4/2016 - Mirantes que revelam a beleza de Ilhéus estão abandonados
   11/4/2016 - Portugal redescobre o Brasil através dos chocolates finos do sul da Bahia
   16/3/2016 - Obra da barragem sobre o Rio Colônia recomeça com desvio de rodovia‏
   29/1/2016 - Yrerê é um belo exemplo de como fazer Turismo Rural na região cacaueira
   13/1/2016 - Vocalista do Kart Love participa de campanha que valoriza a gentileza e o amor
   30/10/2015 - Por onde anda o Reúne Ilhéus? Um dos seus líderes, responde
   14/10/2015 - Professora desperta o gosto pela Sociologia com o encanto da fotografia‏
   4/9/2015 - Programa de Referência à Saúde do Idoso é destaque em Itabuna‏
   22/8/2015 - A semente de um bom negócio dá bons frutos ao agricultor familiar de Itabuna
   19/8/2015 - Governo reduzirá prazo de estoque de cacau e incrementará produção de chocolate
   12/8/2015 - Atriz Cláudia Rodrigues passa férias em Ilhéus
   11/6/2015 - Levantamento de área pode estabelecer a paz entre índios e produtores
   13/5/2015 - ´É possível o controle da hanseníase´, garante especialista
   18/1/2015 - Favelização e descaso formam novo cenário do centro de Ilhéus



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout