Economia
Especialista aponta desafios e oportunidades para o segmento de panificação
Emerson Amaral

Crédito: Maurício Maron

Os desafios das empresas do setor de panificação e massas para se manter no mercado competitivo esteve em debate nesta quarta-feira, 20, em Itabuna, durante o Workshop de Inovação sobre “Criatividade e Inovação no processo produtivo do segmento de panificação e massas alimentícias”. O evento integra as ações do Sebrae Conecta e foi conduzido pelo vice-presidente do Instituto Tecnológico de Panificação e Confeitaria (ITPC), Emerson Amaral.

O especialista apresentou indicadores do ITPC, que registraram o crescimento do segmento de panificação em 3,2 % no ano de 2017, apesar do cenário turbulento no país. Ainda sobre esse período, ele destacou a queda de 1,7% no fluxo de clientes nas panificadoras, que, segundo ele, devem-se ao aparecimento de outras fontes de consumo, a exemplo dos foodstruks.

De acordo com Emerson,os modelos de negócios que antigamente eram aplicados nas empresas, hoje, não se adequam mais à realidade do consumo, que está focado na necessidade do cliente. Pensando nisso, ele enfatiza que é necessário repensar no novo comportamento do consumidor e provocar o consumo de novos produtos.

“O momento agora é para provocar o consumo dos clientes, a partir da oferta de outras opções de produtos, estruturar e ter mais ganho no processo produtivo, desenvolver ações para agregar valor a esses produtos e inovar no consumo para aproveitar os momentos de oportunidade de vendas, a exemplo do período junino”, reforçou.

Diante desse cenário, os empresários estão buscando outras formas de chamar a atenção dos clientes. “Essas estratégias vão desde a melhoria na infraestrutura de seus estabelecimentos, até a inserção de outras opções de produtos que vão além do famoso pão francês”, revelou a gestora da panificadora Super Pão, em Itabuna, Línea Duarte.

Variedade

Cresce no mercado também a oportunidade de investir na produção e comercialização de produtos sem glúten, sem lactose e sem conservantes. É com o foco nessa linha de produção, que o casal Karisa Vilas Boas e João Carlos estão há dois meses investindo na fabricação de pães, muffes e cokies.

Os produtos já estão sendo comercializados em 15 empresas revendedoras, entre padarias, supermercados e lojas de produtos naturais nas cidades de Itabuna, Ilhéus e Itororó. “O desafio agora é ampliar a variedade de produtos, como massas, pizza, sobremesas”, declarou Karisa.


Emerson Amaral

Crédito: Maurício Maron

 
Mais Notícias
   26/9/2018 - Temporada de cruzeiros marítimos trará mais de 240 mil turistas à Bahia
   19/9/2018 - Sebrae paga 70 por cento de serviços como criação de marca
   17/9/2018 - Produtor baiano apresenta o nibs de cacau cabruca em evento na Itália
   4/9/2018 - II Feira do Mel de Ilhéus acontece até o dia 8
   3/9/2018 - Expansão da Bahiagás é vetor de desenvolvimento econômico em Ilhéus
   17/8/2018 - Palestra vai orientar empresários sobre eSocial em Itabuna
   17/8/2018 - Sebrae abre edital para fornecedores de consultoria e instrução empresarial
   14/8/2018 - Sul da Bahia é contemplada com Plano de Desenvolvimento Regional
   13/8/2018 - Governo baiano a um passo de licitar Porto Sul e Fiol
   26/7/2018 - Dia do Produtor comemora novas perspectivas para o cacau sulbaiano
   23/7/2018 - Chocolat Bahia atrai 65 mil visitantes e movimenta 15 milhões em negócios
   23/7/2018 - Fábrica desmente rumores de fechamento em Ilhéus
   20/7/2018 - Agricultura familiar é destaque no Festival Internacional do Chocolate e Cacau
   20/7/2018 - Marão destaca importância econômica do Festival do Chocolate
   19/7/2018 - Festival consolida Ilhéus na rota dos melhores chocolates do mundo
   19/7/2018 - Festival do Chocolate e Cacau amplia oportunidades de negócios
   17/7/2018 - Rota do chocolate fortalece turismo e negócios
   17/7/2018 - Safra baiana cresce e produção de grãos bate recorde em 2018
   16/7/2018 - Sul da Bahia se consolida como Capital dos Chocolates Finos
   15/7/2018 - Biofábrica de Cacau produz clones de cacaueiros com alta produtividade



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout