Ilhéus
Maio Amarelo já promoveu duas mil abordagens
Agentes no trabalho de conscientização

Crédito: Secom/Clodoaldo Ribeiro

Com apenas uma semana de intervenção, já é possível contabilizar resultados da quinta edição da Campanha Maio Amarelo 2018, que tem como mote “Nós somos o trânsito”. Nesse período, nos turnos da manhã e da tarde, a Superintendência Municipal de Trânsito de Ilhéus (Sutran) realizou abordagem direta a 1.550 condutores de veículos e mais 450 pedestres. A proposta visa mobilizar a sociedade civil organizada, empresas, entidades de classe, associações, federações e órgãos de governos, para ampliar a conscientização sobre a conduta no trânsito.

A campanha parte de iniciativa coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil e coloca em pauta o tema da segurança viária, pela redução do número de acidentes nas vias. As ações do Maio Amarelo contam com o apoio do Detran, das Cias PM 68ª e 70ª, sindicatos, comerciantes, autoescolas e estudantes. No encerramento, haverá um Seminário Municipal, no dia 31, que vai debater trânsito e melhoria da mobilidade urbana em Ilhéus, realidade que terá transformações com a chegada da nova ponte entre o centro da cidade e o bairro Pontal.

Mais ações – De acordo com a coordenação de Educação para Trânsito da Sutran, Albervan Barreto, as ações do Maio Amarelo ocorrem durante todo o mês e até lá serão desenvolvidas palestras, blitzen educativas nas principais vias da cidade, panfletagens, apresentação de legislações específicas que estimulam os condutores de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas, bicicletas, pedestres e passageiros, a optarem por um trânsito mais seguro e convidados a exercerem a função de Agentes Multiplicadores desta ideia.

Segundo dados estatísticos da Organização Mundial da Saúde (OMS), os homens representaram 79,3 por cento das vítimas que perderam a vida. Já em relação às pessoas com deficiência, a campanha serve para educar e conscientizar condutores e usuários das vias públicas, assegurando o direito às vagas especiais conquistadas em lei. O Brasil aparece em quinto lugar entre os países recordistas em mortes no trânsito, atrás da Índia, China, EUA e Rússia. Segundo o Ministério da Saúde, em 2015, foram registrados 37.306 óbitos e 204 mil pessoas ficaram feridas.



Agentes no trabalho de conscientização

Crédito: Secom/Clodoaldo Ribeiro

 
Mais Notícias
   19/5/2018 - Prefeitura emite nota para explicar casos de ambulâncias para o Samu
   18/5/2018 - Festa Literária reúne estudantes para atividades de incentivo à leitura
   18/5/2018 - Substituição de iluminação na avenida causará transtornos, alerta Prefeitura
   18/5/2018 - Empossado novo Conselho de Turismo
   18/5/2018 - Debatidas formas de combate ao abuso de crianças e adolescentes
   18/5/2018 - Visitadores do programa Criança Feliz entregam livros às famílias acompanhadas
   18/5/2018 - Neste sábado tem mobilização municipal da campanha contra Influenza
   18/5/2018 - Trabalhadores em educação fazem paralisação de advertência na terça
   16/5/2018 - Ilheense lançou livro com foco na reciclagem de pilhas e educação ambiental
   16/5/2018 - Morte de Schaeppi deixa cidade de luto
   15/5/2018 - Fórum de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual acontece na sexta
   15/5/2018 - Dia Nacional da Adoção terá espaço no Projeto Ciranda na Praça
   11/5/2018 - Espetáculo teatral gaúcho será apresentado em praça pública
   11/5/2018 - Escola de Piaçaveira deve ser concluída neste primeiro semestre
   11/5/2018 - Viaduto passa por manutenção
   11/5/2018 - Formada a primeira turma do Projeto Jovem Social
   9/5/2018 - Viaduto Catalão não corre risco de desabamento
   9/5/2018 - Casas populares serão construídas na zona rural
   9/5/2018 - Prefeito luta por recursos para requalificação asfáltica
   9/5/2018 - Maio Amarelo propõe reflexão sobre a mobilidade urbana



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout