Ilhéus
Novas ações do Peti serão implantadas
Combate ao trabalho infantil

Crédito: Reprodução

Na luta contra o trabalho infantil, diversas ações intersetoriais se somam pela garantia dos direitos das crianças e adolescentes. Uma das mais importantes é o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), que faz parte da Política Nacional de Assistência Social e passou por um redesenho para atender melhor as necessidades delas.

Em Ilhéus, as ações para o ano de 2018 estão sendo planejadas de acordo ao novo modelo, que resultou da avaliação da configuração do trabalho infantil no Brasil, revelada pelo Censo IBGE 2010, e dos avanços estruturais da política de prevenção e erradicação do trabalho infantil.

Conselheiros tutelares, agentes de saúde, professores e outros profissionais devem estar envolvidos e qualificados para atuar nas estratégias integradas de enfrentamento às situações de trabalho infantil.

Pensando nisso, a secretaria de Desenvolvimento de Ilhéus realizará nas próximas semanas uma reunião com representantes de diversas secretarias do município para apresentar o redesenho do programa e mostrar as propostas de trabalho.

O redesenho fortalece o papel de gestão e de articulação da rede de proteção, por meio das ações estratégicas para enfrentamento. “A atualização do PETI aprimora as ações de transferência de renda e o trabalho social com crianças, adolescentes e suas famílias. A oferta de serviços socioeducativos foi reordenada para potencializar esses atendimentos”, destaca Jéssica Varjão, coordenadora do programa.

O serviço realizará uma intervenção social articulada ao Serviço de Atenção Integral a Famílias (PAIF), ao Serviço de Proteção e Atendimento Especializado às Famílias e Indivíduos (PAEFI) e como Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), com o objetivo de complementar o trabalho social, prevenindo a ocorrência de situações de risco social e fortalecendo os vínculos familiares e comunitários por meio da convivência.

“Assim, a oferta dos serviços ficam ampliadas, inserindo outros públicos além daqueles retirados do trabalho infantil, diversificando as trocas culturais e minimizando estigmas e preconceitos”, finaliza a coordenadora.


Combate ao trabalho infantil

Crédito: Reprodução

 
Mais Notícias
   28/5/2018 - Defesa Civil da Bahia inspeciona estragos das chuvas
   28/5/2018 - Município adota medidas para manter serviços essenciais
   28/5/2018 - Trabalhadores da Educação fazem assembleia hoje e decidem movimento
   25/5/2018 - Secretário tira dúvidas sobre o Programa de Desligamento Voluntário
   25/5/2018 - Chuvas causam mais estragos
   25/5/2018 - Governo da Bahia realiza audiência para concessão do Aeroporto Jorge Amado
   24/5/2018 - Crise dos Combustíveis já reduz frota de ônibus na cidade e no campo
   24/5/2018 - TMI apresenta o projeto ´Maio, mês da dança´
   24/5/2018 - Trabalhadores em Educação vão parar segunda e terça
   23/5/2018 - Sepulturas nos cemitérios da cidadepassam por cadastramento
   23/5/2018 - Chuva mantém Defesa Civil em estado de alerta
   23/5/2018 - Divulgados artistas credenciados na primeira análise do Edital Tempo de Cultura
   23/5/2018 - Nova mobilização pela vacinação contra a gripe acontece no sábado
   23/5/2018 - Ambulâncias do SAMU são liberadas em São Paulo
   23/5/2018 - Programa Criança Feliz promove ação de integração para famílias
   19/5/2018 - Prefeitura emite nota para explicar casos de ambulâncias para o Samu
   18/5/2018 - Festa Literária reúne estudantes para atividades de incentivo à leitura
   18/5/2018 - Substituição de iluminação na avenida causará transtornos, alerta Prefeitura
   18/5/2018 - Empossado novo Conselho de Turismo
   18/5/2018 - Debatidas formas de combate ao abuso de crianças e adolescentes



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout