Ilhéus
Cerca de 200 mulheres terão que passar por exames adicionais de câncer de mama
Mulheres passaram pela primeira etapa de exames

Crédito: Secom/Clodoaldo Ribeiro

Os resultados dos exames de rastreamento do câncer de mama – ação realizada em conjunto pelas secretarias estadual e municipal de Saúde no final de agosto – estão disponíveis na sede da secretaria, na avenida Vereador Marcus Paiva, Cidade Nova, em Ilhéus. Para a retirada do documento, a secretária Elizângela Oliveira explica que o paciente deverá estar munido do Cartão do SUS, RG e Comprovante de Residência. A Sesau está realizando este atendimento de segunda a quinta-feira, nos turnos da manhã e tarde.

Segundo Elizângela, na primeira etapa foram realizadas 2.906 mamografias, entre os dias 17 de agosto e 1º de setembro. Deste total, cerca de 200 exames apresentaram algum tipo de alteração e as pacientes terão que passar por exames adicionais para a identificação do problema. “Por isso é importante que todas as pacientes procurem pelo exame o mais rápido possível”, esclarece.

No início de dezembro – em data ainda a ser definida – técnicos da Secretaria Estadual da Saúde vão atender a estes casos, durante dois dias, na Policlínica da Conquista para fazer os devidos encaminhamentos de casos confirmados da doença. Em caso de necessidade de tratamentos cirúrgicos, as mulheres serão encaminhadas para Salvador, em vaga zero, ou seja, de imediato para o procedimento. Além dos pacientes de Ilhéus, passarão por este mesmo critério os da região pactuada pelo Sistema Único de Saúde.

O Programa Estadual de Rastreamento de Câncer de Mama – Estratégia Itinerante atendeu em Ilhéus, mulheres com idade entre 50 e 69 anos. O programa faz parte do projeto “Saúde sem fronteiras” e conta com o acompanhamento técnico da Diretoria de Projetos Estratégicos das Ações e Serviços de Saúde, órgão vinculado à secretaria estadual de Saúde (Sesab). O exame significa a ação de rastreamento para diagnóstico precoce, já que no Brasil o câncer de mama é a maior causa de óbito entre as mulheres, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

 


Mulheres passaram pela primeira etapa de exames

Crédito: Secom/Clodoaldo Ribeiro

 
Mais Notícias
   23/11/2017 - Expofeira do projeto Agricultura Familiar foi um sucesso
   23/11/2017 - Fórum discute os desafios da Educação indígena na Bahia
   23/11/2017 - Melhorias são feitas em trecho de rodovia que corta bairro N. Sra. da Vitória
   22/11/2017 - Estrada do cacau e do Chocolate vai funcionar ainda neste verão
   22/11/2017 - Samu treina equipe para atendimento em caso de afogamentos
   22/11/2017 - Tattoo Fest com workshops e várias atrações movimenta a cidade
   22/11/2017 - 1.500 conselheiros de Educação participarão de Fórum Nacional
   21/11/2017 - Casa de Cultura Jorge Amado terá horário de visitas ao público ampliado
   21/11/2017 - Engenheiros do Detran visitam pontos críticos do trânsito
   21/11/2017 - Secretário de Saúde tranquiliza servidores do Hospital Geral
   21/11/2017 - Prefeitura realiza mutirão na Sapetinga
   21/11/2017 - SDS realiza capacitação para coordenadores e técnicos do BPC
   21/11/2017 - CGM realiza mais uma etapa do Ciclo de Orientações
   19/11/2017 - Com inauguração do Hospital do Cacau, serviços de saúde serão ampliados
   18/11/2017 - Ação contém ruptura de contenção de alvenaria na avenida Palmares
   18/11/2017 - Parcerias são estabelecidas com a Associação de Moradores da Sapetinga
   18/11/2017 - Passarela do São Miguel está sendo recuperada
   18/11/2017 - Prefeito dialoga com moradores da vila turística de Juerana
   13/11/2017 - Hospital do Cacau será entregue dia 15 de dezembro
   13/11/2017 - Liberação de verba para Bolsa Família é boato



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout