Meio Ambiente
Prefeitura derruba construção irregular na orla sul de Ilhéus
Um prédio na praia

Crédito: Secom/Clodoaldo Ribeiro

Uma construção irregular na orla sul de Ilhéus, nas proximidades do Cururupe, foi demolida em uma operação conjunta de fiscais de postura da Secretaria municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (Seplandes), Guarda Municipal e funcionários da secretaria municipal de Serviços Urbanos (Secsurb).

O proprietário de uma cabana de praia não tinha autorização para a execução da obra que, pelas características de engenharia, teria laje e dois pavimentos, em área considerada de “terrenos acrescidos de marinha”.

No dia 24 de agosto, data do início da construção irregular, o proprietário foi notificado sobre a questão mas insistiu na realização da obra. No dia 27, ao retornar ao local, fiscais da Seplandes, identificaram a continuidade dos serviços de engenharia e embargaram a construção. Apesar das ações do governo, o proprietário desobedeceu as notificações.

Medida extrema - Hoje, após cumprir todos os prazos legais de notificação, a Prefeitura demoliu a obra. Um processo administrativo foi instaurado e está na Seplandes à disposição do responsável pelo empreendimento e de terceiros interessados em conhecer todas as tentativas do governo para evitar a ação desta terça-feira.

Recentemente o prefeito Mário Alexandre assinou um termo de transferência da gestão das praias do município. Um processo movido pela União contra os empresários e que já dura sete anos, ainda pede a retirada dos equipamentos da área considerada “terrenos acrescidos de marinha”.

Ao longo da praia do sul e Cururupe existem, de acordo com o presidente da Associação dos Cabaneiros, Jorge Fonseca, cerca de 50 empreendimentos que promovem o turismo e geram emprego e renda ao município. Destes, apenas três possuem autorização da SPU.

Pioneirismo - Ilhéus é um dos primeiros municípios litorâneos do Brasil a fazer a solicitação, atendendo ao que que determina a Portaria nº 113 da SPU. A SPU analisa o pedido. Caso seja aceito, o termo de adesão será publicado no DOU e terá início sua vigência. O prefeito também se se comprometeu em cumprir todas as exigências para a implantação do projeto orla, no litoral sul do município.

 


Um prédio na praia

Crédito: Secom/Clodoaldo Ribeiro

 
Mais Notícias
   27/11/2017 - Sema de Itacaré se reúne com MP para discutir projetos e parcerias
   23/11/2017 - Liminar da Justiça sobre Posto Sul beneficia reservas ambientais de Ilhéus
   28/9/2017 - MPs exigem compensação ambiental na região afetada pelo Porto Sul
   18/9/2017 - Prefeito diz que áreas de lixões em bairros vão ser transformadas em arenas
   17/6/2017 - Combatidas invasões no Parque Estadual da Ponta da Tulha
   13/6/2017 - Encontro das Águas assinala soluções para a sustentabilidade nas Bacias do Leste
   8/6/2017 - Encontro das Águas discute integração e sustentabilidade
   4/6/2017 - Estudantes do CPM debatem a importância da água nesta segunda
   3/6/2017 - Painel do III EBSAGS debaterá questões climáticas no Sul da Bahia
   18/5/2017 - Comitê de Bacias debate situação hídrica em Coaraci
   9/5/2017 - Programa de Proteção às Nascentes de rios lançado em Ilhéus
   5/5/2017 - ´Paredões´ em Ilhéus têm dia, hora e normas para acontecer a partir de agora
   3/5/2017 - Itabuna comemora o Dia do Pau-Brasil com o plantio de mudas
   14/4/2017 - Três praias impróprias para banho neste feriado da Semana Santa
   10/4/2017 - ‘Projeto Praia Limpa’ ganha apoio e mutirão da Prefeitura
   29/3/2017 - Empreendimento de alta categoria é embargado no litoral sul
   22/3/2017 - Carros-pipa não serão reduzidos na Bahia; seca castiga
   10/3/2017 - 130 ton de lixo por dia são coletadas em Ilhéus; cidade pode administrar aterro
   8/3/2017 - Em Ilhéus, postos de combustíveis devem regularizar licença ambiental até dia 20
   10/2/2017 - Representantes do governo alemão visitam Unidades de Conservação sulbaianas



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout