Ilhéus
Nazal destaca importância de audiência pública para debater PPA
Nazal na abertura do evento no TMI

Crédito: Secom/Clodoaldo Ribeiro

Ao abrir oficialmente, hoje (9) pela manhã, a primeira – das duas audiências públicas previstas para acontecer este mês - com o objetivo de promover a participação do cidadão, da sociedade civil e demais interessados na elaboração e discussão do Plano Plurianual (PPA) do município para 2018/2021, o vice-prefeito de Ilhéus e secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, José Nazal Pacheco Soub, destacou o que considera “o início de uma nova prática”, com a atual gestão estimulando um debate franco e democrático com a população sobre os destinos da cidade. O encontro aconteceu no Teatro Municipal e foi aberto ao público.

“Praticamos uma mudança saudável para Ilhéus que é o de encarar e olhar de frente os nossos problemas”, afirmou. Nazal destacou que o PPA é um conjunto de peças importantes para decisões políticas e de rumos que se dá à vida das pessoas na destinação de recursos, em concordância com os anseios populares. “É um guarda-chuva que vai abrigar as ações e metas, previstas e desejadas, para os próximos quatro anos – três do atual e um do próximo governo, tempo de vigência da lei”. As audiências – a de hoje e a próxima - também servirão para que a população dê sugestões de como quer ver os recursos públicos sendo aplicados.

De forma ampla - O PPA, de acordo com Nazal, não deve ser pensado apenas para um segmento, uma localidade, rua, bairro ou distrito. “Deve ser pensado de forma ampla e que atenda a todos”. Ele lembrou que a realização de duas Audiências Públicas atende ao que determina a Lei Orgânica do Município (LOM). É, também, a oportunidade de mostrar ao cidadão a forma de elaboração do PPA.

Hoje, durante a audiência pública, foi lembrado por facilitadores que as ideias de gestão do atual governo só serão, de fato, iniciadas a partir de 2018 quando o PPA em debate e as demais peças como orçamento e LDO, elaboradas agora, passarão a vigorar.

Em outras palavras, o município precisa planejar e saber qual a sua receita, ou seja, o que existe de verbas que serão investidas anualmente para efetuar gastos e despesas previstas no próprio orçamento previamente discutido e aprovado, dando maior possibilidade ao governo municipal de atingir resultados mais positivos para a população.


Nazal na abertura do evento no TMI

Crédito: Secom/Clodoaldo Ribeiro

 
Mais Notícias
   9/5/2018 - Maio Amarelo propõe reflexão sobre a mobilidade urbana
   9/5/2018 - APAE conquista medalhas em Olimpíada Estadual
   9/5/2018 - Atendimentos da Policlínica da Conquista estão sendo feitos no Cidade Nova
   9/5/2018 - Prefeitura e MPT formam primeira turma do Projeto Jovem Social
   9/5/2018 - Com Cauc em dia, cidade viabiliza novos recursos para investimentos
   9/5/2018 - Marão pede ao Estado celeridade para implantar Cidadelle e Assaí
   8/5/2018 - Nova iluminação da Soares Lopes será 80 por cento melhor que a atual
   6/5/2018 - Novos membros do Conselho de Turismo tomam posse dia 18
   2/5/2018 - Vacinação contra a gripe prossegue nas áreas urbana e rural
   2/5/2018 - Ações civis públicas do passe livre são suspensas
   30/4/2018 - Adolescentes da Rede de Acolhimento e do Creas participam de concurso de fotos
   30/4/2018 - Estrada de Sambaituba passa por reparos
   30/4/2018 - Prorrogada inscrição para credenciamento de serviços artístico-culturais
   30/4/2018 - Vacina contra gripe continua disponível em alguns postos de saúde
   26/4/2018 - Multas deletadas irregularmente vão ser restabelecidas no sistema da Sutran
   26/4/2018 - Conselho Municipal de Assistência Social elege novos integrantes
   26/4/2018 - Sugeridos espaços públicos para implantação do ´Projeto Cidade Digital´
   25/4/2018 - Ação de Combate ao Trabalho Infantil acontece no Malhado
   25/4/2018 - Workshop da SDS aborda construção da Ética nas Relações de Trabalho
   25/4/2018 - Aterro do Itariri é pauta de encontro do prefeito com titular da Sedur



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout