Ilhéus
Após cinco anos de salários congelados professores vão ter reajuste
Ato de assinatra do acordo

Crédito: Secom/Marcelo Silveira

Uma tarde histórica, fruto do diálogo transparente, da cordialidade e, sobretudo, do respeito com que o governo municipal trata seus servidores. Assim definiu o prefeito Mário Alexandre (PSD) o resultado do encontro que manteve ontem (18) com sindicalistas da APPI/APLB, no Centro Administrativo.  Após um período de cinco anos sem reajuste salarial, os trabalhadores em educação assinaram com o governo um acordo coletivo de trabalho para o período de 2017. “Sei que ainda não chegamos ao ponto ideal. Mas estamos oferecendo neste momento o que é possível e o acordo está sendo firmado graças ao entendimento que conseguimos construir com o sindicato da categoria”, afirmou Mário.

Os profissionais da Educação não docentes terão correção da tabela salarial, garantindo os percentuais entre os níveis e referências, conforme prevê a Lei 3549, a partir do mês de abril. Os professores terão 7,68 por cento para os padrões B e C, garantindo o cumprimento do piso nacional. Também ficou definido que o valor do Ticket Alimentação passa a ser de 200 reais. O acordo tem um impacto de 0.98 por cento nos gastos de pessoal. E para garantir o reajuste, o governo anunciou medidas de austeridade nas contas públicas e uma parceria com a APPI/APLB no sentido de realizar um programa de Avaliação de Desempenho, a fim de identificar possíveis distorções na folha de pessoal. Com o reajuste, Ilhéus volta a cumprir o Piso Nacional dos Professores.

“Vivemos neste momento um alívio depois de convivermos com cinco anos sem um reajuste”, comemorou a assinatura do contrato, Osman Nogueira. De acordo com o presidente da APPI, o diálogo estabelecido pelo governo demonstra, sobretudo, uma nova visão administrativa implementada pelo prefeito Mário Alexandre. Para o presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Lukas Paiva, o acordo revela um amadurecimento entre governo e trabalhadores que é benéfico para toda a sociedade.

Ainda estiveram presentes ao ato os secretários Eliane Oliveira (Educação), Bento Lima (Administração), Alisson Mendonça (Relações Institucionais), Alcides Kruschewsky (Comunicação), o Procurador Geral, Márcio Cunha, além dos dirigentes sindicais Luiz Cláudio Souza e Cosme Oliveira.

 


Ato de assinatra do acordo

Crédito: Secom/Marcelo Silveira

 
Mais Notícias
   15/8/2017 - Campanha de Mobilidade Urbana é discutida
   15/8/2017 - Programa Mapas Culturais já está no ar
   15/8/2017 - Lista de contemplados do MCMV Vilela é publicada e vistorias começam quarta
   15/8/2017 - Baixa vacinação de crianças contra Influenza e HPV preocupa Sesau
   15/8/2017 - Mais uma audiência pública é confirmada para elaboração do PPA
   12/8/2017 - Saúde acompanha investigação sobre caso de mormo
   11/8/2017 - Prefeito visita obras na Avenida José Luiz da Fonseca e adjacências
   11/8/2017 - Entradas da cidade passam por programa de recuperação asfáltica
   11/8/2017 - Caixa faz sorteio eletrônico de 656 unidades do MCMV
   9/8/2017 - Galeria do Teatro sedia este mês exposição filatélica
   9/8/2017 - Prefeito entrega à Caixa projeto final da Vila Gastronômica do Banco da Vitória
   9/8/2017 - Seleção escolherá servidores para atuar em Programa Nacional
   9/8/2017 - Cidade preparada para receber o Programa de Rastreamento do Câncer de Mama
   9/8/2017 - Nazal destaca importância de audiência pública para debater PPA
   8/8/2017 - Iluminação pública será intensificada em bairros e condomínios populares
   8/8/2017 - 35 anos depois, as ruas Santa Bárbara e Nova Jerusalém ganham melhorias
   8/8/2017 - Parcerias darão incentivo ao esporte amador
   8/8/2017 - Pré–Conferências de Assistência Social começam na quinta
   8/8/2017 - Mário faz acordo para viabilizar reabertura do MTb fechado há 4 anos
   7/8/2017 - Romaria até Bom Jesus da Lapa em bicicletas foi um sucesso



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout