Cidade
FMT começa a avaliar crianças com suspeita de distúrbios de aprendizagem
Alunos da Escola Municipal de Couto foram beneficiados

Crédito: Ascom

Um mutirão do Exame de Processamento Visual (avaliação da capacidade de analisar e interpretar a informação visual) em crianças com suspeita de distúrbios de aprendizagem foi realizado com os alunos da Escola Municipal de Couto. A iniciativa é do Projeto de Reabilitação e Orientação para Deficientes Visuais (Prodevi), do curso de Fisioterapia, da Faculdade Madre Thaís(FMT), através de uma parceria Secretária de Educação e Hospital de Olhos Elclin.

O coordenador do projeto de extensão, professor Renato Gonzaga Barreto, explica que a FMT, efetivou um convênio com o município para beneficiar estudantes das escolas de toda rede. A primeira participante dessa etapa do Prodevi foi a Escola Municipal de Couto. Antes o curso de Fisioterapia da Faculdade capacitou os professores da rede municipal a selecionarem escolares que tenham sinais de dificuldade de aprendizagem relacionados à leitura. “Desta maneira, formou-se o público para avaliarmos,” frisou o coordenador.

Todos os discentes do Curso de Fisioterapia participam do O Prodevi, que vai ocorrer durante o ano de 2017, sempre durante as tardes da última terça-feira de cada mês. A sequência das escolas municipais está sendo organizada pela secretaria de educação, conforme demanda encontrada pelos professores.

Segundo o professor Renato Gonzaga Barreto, “a relação entre desenvolvimento visual, habilidades viso motoras e perceptuais quando bem integradas proporcionam a base ideal para a aprendizagem. Nesta, ocorre ativa participação do individuo que precisa direcionar o olhar e sustentar o foco de sua atenção para manter a aquisição contínua de informações do meio ambiente”.

O professor destaca que “na leitura temos os movimentos oculares rápidos, intercalados com uma estabilização temporária do foco para analise da informação, integrando assim habilidades de diferentes centros neurológicos”.

“Atribui-se a Visão papel importante na Aprendizagem, sendo esta dependência estimada entre 60 a 70 % até os 09 anos de idade e permanecendo como sentido maior da adolescência à terceira idade e quando falho, impactos podem ser gerados na processo de leitura, bem como na segurança e qualidade de vida,” conclui  Renato Barreto.


Alunos da Escola Municipal de Couto foram beneficiados

Crédito: Ascom

 
Mais Notícias
   21/2/2018 - Faculdade Madre Thaís forma 29 bacharéis biomédicos
   19/2/2018 - Faculdade Madre Thaís retoma projeto de combate ao câncer de colo uterino
   10/2/2018 - Faculdade oferece oportunidade para o ingresso no ensino superior
   7/2/2018 - Definida a programação oficial do Carnaval de Itacaré
   6/2/2018 - Mascarados são cadastrados para o Carnaval de Itacaré
   1/2/2018 - Prefeitura e SEMA realizarão Cadastro Florestal Rural em Itacaré
   23/1/2018 - Itacaré realiza diversas obras no distrito de Água Fria
   18/1/2018 - Festa do Senhor do Bonfim em Água Fria começa nesta sexta
   17/1/2018 - Projeto de requalificação da orla de Itacaré é debatido com comunidade
   16/1/2018 - Abertas inscrições para Oficina de Percussão em Itacaré
   15/1/2018 - Matrículas da rede municipal de Itacaré vão até o dia 31
   13/1/2018 - Projeto ´Sexta Sem Mosquito´ continua nos bairros e comunidades de Itacaré
   12/1/2018 - Obras do Centro de Canoagem de Itacaré seguem em ritmo acelerado
   30/12/2017 - Decreto proíbe venda de bebidas em garrafa de vidro no réveillon de Itacaré
   28/12/2017 - CrediBahia de Itacaré já investiu cerca de 40 mil nas microempresas
   26/12/2017 - Mutirão para emissão de DAPs para agricultores e pescadores de Itacaré
   24/12/2017 - Obras de alunos de escolas municipais de Itacaré são publicadas em livro
   24/12/2017 - Estudantes da FMT apresentam resultados de pesquisas realizadas na USP
   18/12/2017 - Recuperação das fachadas marca o aniversário do Porto de Trás, em Itacaré
   14/12/2017 - Itacaré realiza sinalização da Praia da Concha



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout