Ilhéus
Centro Pop realiza oficinas para socializar moradores de rua
Centro Pop realiza oficinas

Crédito: Secom/Victor Kruschewsky

O Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), vinculado à secretaria de Desenvolvimento Social de Ilhéus, está realizando oficinas para socialização dos usuários. Nesta terça-feira, 07, foi iniciada a primeira aula da oficina de capoeira, que levou muita alegria e entretenimento aos assistidos.

A secretária Soane Galvão ressalta que o Desenvolvimento Social está trabalhando no sentido de humanizar cada vez mais os serviços existentes, de forma diferenciada. “As oficinas são uma forma de reinserir essas pessoas no mercado de trabalho, onde elas possam ser bem cuidadas e valorizadas, saindo da condição sub-humana de não ter uma assistência social digna de convivência em sociedade”.

O Centro Pop, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, realiza, em média, de 20 atendimentos diários, e oferece aos usuários café da manhã, almoço e lanche da tarde. Daniella Hoisel, coordenadora geral do Centro Pop, relata que inicialmente serão realizadas oficinas de leitura, artesanato e capoeira, todas com professores voluntários. “Nosso objetivo é manter os usuários ocupados durante o período que eles passam aqui e, ao mesmo tempo, trabalhar a socialização, a convivência entre eles e sociedade”.

O Centro de Referência faz parte da rede de proteção do município e tem como objetivo formalizar o encaminhamento desse público aos órgãos e entidades que compõem esse círculo, e proporcionar a regularização de documentos, ações de saúde, emprego, educação, entre outros.

O Mestre Jenilson Negão, presidente do Conselho de Mestres de Capoeira de Ilhéus e integrante do grupo de Capoeira Camarada Camaradinha, é um dos voluntários do projeto e diz como é importante a participação da comunidade nos projetos sociais da cidade.

"A ação é uma forma de valorizar essas pessoas que necessitam de uma atenção especial, fortalecendo os valores de convívio e dando oportunidade para quem necessita. Participar desses projetos é uma forma de demonstrar amor e solidariedade ao próximo”, acrescentou o Mestre Jenilson Negão.

Voluntariado – As oficinas estão sendo realizadas em parceria com a organização não governamental Amparo Melhor. Pessoas interessadas em participar do projeto de voluntariado devem entrar em contato com a coordenação do Centro Pop, através do telefone (73) 9114-3720.


Centro Pop realiza oficinas

Crédito: Secom/Victor Kruschewsky

 
Mais Notícias
   29/4/2017 - Hospital Costa do Cacau está pronto
   29/4/2017 - Mário quer consolidar imagem de uma nova forma de governar
   26/4/2017 - Mário se reune com vice-governador e debate projetos para a cidade
   26/4/2017 - Exames nas escolas públicas mostram causas na dificuldade de aprendizagem
   26/4/2017 - Educação promove Curso de Formação Pela Escola
   26/4/2017 - Trânsito da Lomanto Júnior terá mudanças sábado e domingo
   26/4/2017 - Motoristas, pedestres e ciclistas são mobilizados para o ´Maio Amarelo´
   26/4/2017 - Câmara disponibiliza contas públicas de 2016
   26/4/2017 - Spa promove sarau beneficente na Zona Sul
   25/4/2017 - Mário fala em parceria para não permitir avanço da violência na cidade
   25/4/2017 - Sindicato auxilia mãe e filha em caso de falsa denúncia de Baleia Azul
   24/4/2017 - Mário fala em cidade endividada mas considera positivos os 100 dias de governo
   24/4/2017 - Opções de lazer e gastronômica movimentaram o feriadão
   24/4/2017 - 2ª Travessa da antiga Rua da Horta ganha serviço de manilhamento
   24/4/2017 - Vacina contra Influeza - Chegou a vez dos idosos
   24/4/2017 - Vandalismo prejudica Cemitério São João Batista
   22/4/2017 - Trabalhadores se organizam para Greve Geral o dia 28
   20/4/2017 - Governo avalia 100 primeiros dias na segunda
   20/4/2017 - Parceria melhora condições da Central de Abastecimento do Malhado
   20/4/2017 - Em manutennção, sistema de radar está desligado



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout