Canavieiras
Biblioteca Afrânio Peixoto tem acervo catalogado
Biblioteca Municipal Afrânio Peixoto

Crédito: Ascom/Wagnevilton Ferreira

A Biblioteca Municipal Afrânio Peixoto chega ao final de 2016 apresentando resultados altamente positivos. Ao longo desses quatro anos, foram realizadas atividades relevantes, como o diagnóstico da Biblioteca e sua recuperação; participação na Conferência Municipal de Cultura de Canavieiras, em 28 de junho de 2013; treinamento de funcionário em Salvador; elaboração do novo Regulamento da Biblioteca, aprovado pelo Decreto nº 363, de 11 de outubro de 2013; restauração de 400 volumes de obras do acervo literário; recebimento e relação de mais de 2 mil itens doados, em obras literárias, técnicas, didáticas e paradidáticas.

Atualmente, o acervo de empréstimo está completamente registrado e ordenado pelos nomes de família dos autores e nas estantes por ordem de prenomes. Esse trabalho  facilita a busca dos usuários, cuja média ultrapassa a marca das 1.200 pessoas por ano, entre estudantes de todos os níveis, leitores vários, pesquisadores e visitantes de diversas partes do Brasil e estrangeiros.

A equipe da biblioteca fez registro apenas com a sala de empréstimo, por ser a maior, destinada a livros das mais diversas áreas do conhecimento: Ciências Contábeis, Ciências Jurídicas, Ciências Puras e Tecnologia, Ciências Sociais (Antropologia, Política, Psicologia, Sociologia), Filosofia, Geografia, História, Linguística, Literatura Nacional, Literatura Estrangeira, Medicina e Saúde, Religião.

Acervo de Empréstimo - São 6.660 títulos distribuídos em 8.050 volumes. Esses livros, registrados dentro de sua área específica, geraram um caderno para consulta, de forma que os usuários irão ao acervo com a certeza de que o livro existe.

Hoje, o autor de maior bagagem literária, entre os brasileiros, é o carioca Machado de Assis (1839-1908), com 100 volumes, seguido pelo maranhense Humberto de Campos (1886-1934), 88, e do baiano Jorge Amado (1912-2001), 50. Entre os estrangeiros, o português Eça de Queirós (1845-1900) lidera o ranking, com 83 volumes, seguido pelo francês Júlio Verne (1828-1905), 60,  e pela “rainha do crime” britânica, Agatha Christie (1890-1976), com 48  volumes.

Outros nomes consagrados também aparecem, tais como os britânicos William Shakespeare (1564-1616) e W. Somerset Maugham (1874-1965), o russo Fiódor Dostoiewski (1821-1881), o espanhol Miguel de Cervantes (1547-1616), os franceses Alexandre Dumas (1824-1895) e Gustave Flaubert (1821-1880), o italiano Alberto Moravia (1907-1990) e os regionais como o canavieirense Adelmar Santos (1933-2008).  É só ler para crer.

Sala de Consulta – Este espaço é destinado a consulta em livros, dicionários, enciclopédias, livros didáticos. O acervo desse setor é de aproximadamente 2.600 livros que abordam diversas áreas do conhecimento: ciências, geografia, história, línguas estrangeiras, língua portuguesa etc., além de mais de 200 revistas temáticas.

Sala Infanto-Juvenil – Área destinada ao público infantil e adolescente, com um acervo de 2.980 volumes de diversas obras de escritores nacionais e internacionais escritas ou adaptadas para essa faixa etária. São 2.925 títulos voltados para crianças e adolescentes, 36 obras do patrono Afrânio Peixoto e 19 volumes da coleção Britânica. Tem como objetivo principal estimular a atividade ledora nos mais jovens.

Acervo Memorialístico – Todo o conjunto é destinado a estudantes e pesquisadores em geral. Aí estão documentos diversos, principalmente aqueles que se referem ao município de Canavieiras: jornais, revistas, correspondência, perfis biográficos e documentos produzidos pela Câmara Municipal ao longo do tempo. Também estão obras de escritores baianos locais e regionais. Esse acervo foi organizado por classificação temática e ordem cronológica: artigos, correspondência, jornais, poesias e recortes diversos.

Então, o resumo da Biblioteca em seus três setores fica assim distribuído:

Acervo de Empréstimo -              8.050 volumes.

Sala de Consulta          - 2.600 volumes

Sala Infanto-Juvenil     -                2.980 volumes

Total do acervo                                    -  13.630 volumes

Este é o resultado de uma equipe atuante e comprometida com o trabalho que realizou. Segundo o diretor da Biblioteca, professor Durval França, todos os funcionários, sem exceção, merecem parabéns pela dedicação, que pode ser mensurada através do resultado obtido na organização.


Biblioteca Municipal Afrânio Peixoto

Crédito: Ascom/Wagnevilton Ferreira

 
Mais Notícias
   28/3/2017 - Kettlebell movimentou cidade e revelou talentos locais
   23/3/2017 - Competidores de Kettlebell estão prontos para as provas de sábado
   3/3/2017 - Educadores físicos passam a adotar o kettlebell na preparação de atletas
   16/2/2017 - Kettebell vem conquistando muitos praticantes na cidade
   15/12/2016 - Mutirão combate o Aedes Aegypti
   15/12/2016 - CDC tem um ano de grandes conquistas
   8/12/2016 - Decreto regulamenta encerramento de exercício financeiro
   6/12/2016 - Decreto disciplina despesas em restos a pagar
   2/12/2016 - Títulos Propiedade são entregues aos moradores do Jardim Burundanga
   21/11/2016 - Transição de governo começa dia 1º de dezembro
   11/11/2016 - A pouco mais de um mês de deixar o cargo, prefeito nomeia novo secretário
   11/11/2016 - Rotina continua no ritmo da normalidade, afirma Almir Melo
   8/11/2016 - Jornada tem como tema ´Família, Filhos, Espiritismo e Evolução´
   1/11/2016 - Torneio de Pesca será dias 10 e 11 de dezembro
   18/10/2016 - Obras da Creche São Boaventura entram na fase de acabamento
   14/10/2016 - Saúde na Escola promove palestra sobre higiene pessoal
   13/10/2016 - Garotada ganha presentes no Dia da Criança
   11/10/2016 - Obras do Régis Pacheco estão em fase de conclusão
   10/10/2016 - Judoca participa dos Jogos Escolares, na Paraíba
   7/10/2016 - Beneficiários do Bolsa Família vão atualizar cadastro



© Jornal Bahia Online | Todos os direitos reservados.   Layout